quinta-feira, 24 de maio de 2012

OcupeLIBERDADE


O direito à cidade avança numa concepção de cidadania que vai além do direito de voto e expressão verbal: trata-se de uma forma de democracia direta, pelo controle direto das pessoas sobre a forma de habitar a cidade, produzida como obra humana coletiva em que cada indivíduo e comunidade tem espaço para manifestar sua diferença. O direito à cidade só pode acontecer quando, confrontando a lógica de dominação, prevalece a apropriação do espaço pelos cidadãos, sua transformação para satisfazer e expandir necessidades e possibilidades da coletividade. E ainda é preciso destacar que APROPRIAÇÃO não tem a ver com propriedade, mas com o uso, e precisa acontecer coletivamente como condição de possibilidade à apropriação individual.
 

O ESCAMBO COLETIVO defende que os espaços públicos, originariamente destinados a práticas sociais, culturais e/ou de recreação, devam ser ocupados/apropriados de forma consciente e autônoma pelas comunidades de seu entorno, e que estas devem mantê-los orgânicos e adequados as suas próprias demandas.
 

No dia 16 de junho, a partir das 17h, ocuparemos a Praça da Liberdade , em Paratibe/Paulista-PE, com o OcupeLIBERDADE. O objetivo é apresentar o direito à cidade aos moradores da comunidade vizinha à Praça da Liberdade, como estimulo aos mesmos, para que estes que se apropriem do espaço, conferindo-lhe vida conforme suas próprias demandas.
 

Na ação, teremos o lançamento da quinta edição do ESCAMBOZINE, mais recital, música, contação de histórias, trocas e empréstimos de livros com o LIVRO VIVO. E ainda a exposição e a mostra de vídeo temática "QUEM TEM DIREITO À CIDADE?”
Compartilhem e se apropriem também !!!


Um comentário:

  1. O que vai rolar em termos de musica? Coco? maracatu? Ciranda?

    ResponderExcluir